TAKAMINE

TAKAMINE

Quando se fala em violões é impossível não citar a Takamine. Criada na cidade de Sakashita, no Japão, há mais de 40 anos, a companhia é um marco na história dos instrumentos musicais devido às inovações tecnológicas e ao design de seus produtos. O que começou como uma empresa familiar, hoje é uma das principais marcas do mundo, distribuída em mais de 60 países. Os negócios internacionais da Takamine ganharam força comercial em 1975. A produção de violões elétricos e seus modernos captadores definiu um padrão de qualidade e sofisticação para a indústria, além de a empresa ser pioneira no controle deslizante para o pré-amplificador estilo acústico. Segundo o presidente Mitsuyasu Ohno, a Takamine iniciou os negócios com a América Latina há 20 anos e ainda é um mercado sedutor para a empresa, pois esses países utilizam instrumentos com cordas de náilon, como na música folclórica, flamenca e no samba. “Cerca de 10% de nossa produção é de produtos com esse perfil. Antes de a crise financeira mundial surgir, o mercado brasileiro estava em expansão para a Takamine. O primeiro passo da corporação para este ano será expandir as vendas. A demanda desses países é muito importante e atrativa”, revela. Quando se fala em crescimento, a empresa não cruza os braços. Constantemente investe em novas ações para adequar-se ao mercado em que atua. Uma das novidades é o desenvolvimento do novo pré-amplificador para violões com corda de náilon e o moderno design dos instrumentos, usando máquinas de alta tecnologia e artesanato. Para driblar a crise e atrair diferentes tipos de consumidores, a indústria japonesa trabalhará com vários modelos e preços. Mas como se adequar aos custos de produção e às diferentes taxas de câmbio com o atual cenário econômico? Mitsuyasu Ohno responde: “Estamos exportando os produtos feitos no Japão em iene, pois o custo lá é muito caro e a taxa de câmbio muito alta. Reconhecemos que nossos clientes serão durões para comprá-los agora nesse país. Sendo assim, estamos preparando modelos de linha, incluindo os produtos feitos na China e na Coreia, negociados em dólar”, explica. Isso significa que a Takamine colocará à disposição modelos de artigos adequados para seus pontos de mercado — dos iniciantes aos mais sofisticados. Robôs fazem o polimento dos violões e fazem grande parte dos trabalhos de precisão nos violões da Takamine. Para os produtos Takamine inteiramente japoneses, o foco será o valor agregado: alta qualidade e tecnologia.

Sobre a loja

-Loja de Instrumentos Musicais e Áudio Profissional. -Conserto de Instrumentos Musicais. -Escola de Música

Pague com
  • PayPal Express
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

Casa das Bandas - CNPJ: 14.668.521/0001-26 © Todos os direitos reservados. 2019


Para continuar, informe seu e-mail